Monthly Archives: março 2014

Série fotográfica mostra o que pessoas de diferentes países comem num dia

Imagine fotografar tudo, absolutamente tudo o que você come diariamente. Agora, imagine comparar a sua foto com a de outras pessoas ao redor do mundo. É esse choque cultural que propõe o livro What I Eat: Around the World in 80 Diets, de Peter Menzel.

O autor e fotógrafo americano registrou os alimentos que 80 pessoas de 30 países diferentes costumam consumir num único dia. Essa fascinante viagem nos traz um registro impactante de hábitos e possibilidades que o mundo separa. “Tentamos escolher as pessoas que eram fortes (fisicamente) e, em seguida, pessoas mais frágeis”, diz Menzel, que comentou o desejo de ver o livro como uma ferramenta.

“O americano precisa aprender e usar o pensamento racional e a ideia de gostos diferentes. Descobrir o que outras pessoas estão fazendo  e talvez corrigir alguns dos nossos próprios hábitos – especialmente os maus hábitos”, destaca.

bike-msgr

O livro contém histórias detalhadas sobre os personagens. De um lutador de sumô japonês até um renomado chef espanhol, cada registro é uma inspiração para quem deseja buscar novas possibilidades de alimentação ou simplesmente é amante de fotografia.

BOT-090315-122-xxw

comida1

CAN_061009_213_xxw_xlarge

CHI-060613-155-xxw

comida2

CROPPEDCHI_060609_795_xxw

CROPPEDIND_081208_441_xxw

egy_080322_157_xxw_slide-e1ae4ef4ba39ecf7d0b1bf423e0548cb4399ee97-s6-c30

GER-080319-094-xxw

ISR-081026-121-xxw

menzel1

menzel6

PAL_081025_100_xxw_xlarge

Fonte: Hypeness.

 

Leave a Comment

Filed under Fotografia

Fotógrafo mostra crianças e seus brinquedos em 58 países

O fotógrafo italiano Gabriele Galimberti criou o projeto Toy Stories, no qual fez imagens de crianças do mundo todo cercadas por seus objetos favoritos, os brinquedos.

De acordo com Galimberti, um traço em comum era como os brinquedos refletiam o ambiente da criança. Uma menina de uma família rica de Mumbai, por exemplo, adora o jogo Banco Imobiliário, por gostar da ideia de construir casas e hotéis.

Mas, Ralf, de quatro anos e que mora em Riga, na Letônia quer ser campeão de Fórmula 1. A mãe dele é motorista de táxi.

O fotógrafo também notou diferenças entre as crianças na forma como se relacionam com seus brinquedos.

“As crianças mais ricas eram mais possessivas. No começo não me deixavam tocar nos brinquedos e eu precisava de mais tempo antes de elas me deixarem brincar”, disse.

“Nos países pobres era muito mais fácil. Mesmo se elas tivessem apenas dois ou três brinquedos, elas não se importavam (comigo tocando os brinquedos)”, acrescentou.

Em suas viagens, Galimberti mostrou desde crianças nos Estados Unidos, em quartos espaçosos e cercadas de brinquedos, até crianças em cabanas na África, com poucos objetos geralmente doados ou encontrados nas ruas.

Fonte: BBC. 

Leave a Comment

Filed under Fotografia