Eventos: Avaliação da educação infantil

Seminário “Avaliação da educação infantil: concepções teórico-metodológicas e implicações para políticas educacionais”, que acontecerá entre os dias 23, 24 e 25 de abril de 2018, em Porto Alegre/RS.

Esse evento é uma parceria do Programa de Extensão Universitária Educação Infantil na Roda da Faced/UFRGS com a Faculdade de Educação da USP (FEUSP).Reserve esta data!

Data: 23, 24 e 25 de abril de 2018

Local: Auditório da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Av. Paulo Gama, s/n. – Prédio 12.201. Porto Alegre/RS)

Dias e horários:
Segunda, 23/04/18, à tarde.
Terça e quarta, 24 e 25/04/18: manhã e tarde.
Manhã: 8h-12h; tarde:13h30min-17h30min.

Inscrições: Programa de Extensão Educação Infantil na Roda – Faced
E-mail: einaroda@ufrgs.br

Telefone: (51) 3308-4132

Balanço de fim de ano

2017 foi um ano bem agitado. Muitas atividades, apresentações de trabalhos acadêmicos, projetos, publicações eventos, concursos e tudo mais. 

Uma das coisas mais bacanas esse ano foi ter ido à São Paulo e ter conhecido vários lugares da cidade na companhia da Rayanne. Infelizmente não consegui encontrar a Fravete e nem o Sans que se mudou daqui pra lá. Fica pro ano que vem!

Algumas fotos do Bairro Liberdade:

Também visitei meus primos no Rio de Janeiro e meu tio. Foi ótimo rever a família e conhecer parentes distantes. 

Algumas fotos de Pedra de Guaratiba:

Gostaria de ter feito mais coisas esse ano, como ter viajado mais, ter lido mais livros, assistido mais seriados e realizado coisas diferentes, mas isso ficará como meta para o próximo ano. 

Fiz minha lista de livros para ler 

1 ano e meio após o divórcio, minha vida segue um bom rumo de um jeito mais tranquilo e leve e os meus objetivos se mantém: concluir meu mestrado e quem sabe já engatar um doutorado aqui ou em outro lugar. 🙂

Também pretendo adotar um cachorrinho. 

Continuo estudando para os concursos e sempre de olho nas coisas para fazer e lugares novos pra conhecer. 

2017 foi realmente um ano louco para mim. Muitas mudanças de residência, estudos para diversos concursos públicos, entrevistas de emprego, defesa de projeto de dissertação e muitas coisas inesperadas aconteceram. Foi um ano em que me senti muito solitária, mas esperançosa que as coisas vão melhorar em breve.

Também me diverti e aprendi muito nos eventos e viagens que eu fiz sozinha ou acompanhada por amigos como o Eduardo Kluwe Veiga.

Neste fim de ano, quero agradecer a todos que me apoiaram nos momentos mais difíceis da minha vida.

Peço desculpa pelas minhas faltas, erros, ausências e “vacilos” não intencionais.

Estamos em constante evolução e desejo a cada dia me tornar uma pessoa melhor e mais honesta, verdadeira, leal, paciente, bondosa, amorosa, respeitosa, carinhosa com todos, independente de crenças, opções, convicções, opiniões e posições. Toda forma de expressão é bem vinda e mantenho uma postura aberta para ouvir e compreender a todos que me procuram ou me confrontam com suas posições.

Quero agradecer aos meus professores, colegas da universidade, companheiros de moradia estudantil que tanto me apoiaram nos momentos mais duros e em especial aos meus familiares e amigos mais próximos que outros parentes por me suportar, aturar e me ouvir mesmo quando eu não parecia fazer qualquer sentido.

Desejo que o ano de 2018 seja repleto de alegrias, amizade presenciais haha, amor, caridade, paz e mais bondade, clareza, verdade e generosidade.

Peço mais uma vez as sinceras desculpas a todos que porventura machuquei, decepcionei ou magoei. Não foi a minha real intenção…

Desejo um feliz natal para todos e um 2018 incrível! 🙂

 

Sugestões de filmes: Federico Fellini

Fellini sem dúvida é um dos meus cineastas favoritos de todos os tempos e por isso, resolvi indicar alguns dos filmes que mais me marcaram, dentre tudo que consegui assistir dele ou em parceria com outros cineastas. 

A Doce Vida (1960): “Roma, início dos anos 60. O jornalista Marcello (Marcello Mastroianni) vive entre as celebridades, ricos e fotógrafos que lotam a badalada Via Veneto. Neste mundo marcado por um vazio existencial, frequenta festas, conhece os tipos mais extravagantes e descobre um novo sentido para a vida.” Um dos maiores destaques é a cena em que Anita Ekberg toma banho na Fontana de Trevi. O filme trouxe pela primeira vez o termo paparazzi.

Noites de Cabíria (1957): Esse é o mais sensível dos filmes fellinianos. O filme conta a história de Cabiria, uma romântica prostituta que esta sempre em busca do amor, mas é constantemente humilhada. Um filme tragicômico que traz momentos fantásticos da vida dessa mulher que não desiste de sonhar. Giuletta Masina aparece em sua melhor performance, recebendo o prêmio de Melhor atriz no Festival de Cannes. O filme ganhou o Oscar de Melhor filme estrangeiro.

Roma de Fellini (1972): Um passeio pela capital italiana, sob os olhos de Federico. Parte autobiográfico, é um filme poético sem um enredo muito claro. Destacam-se a participação de Gore Vidal, Alberto Sordi e Marcello Mastroianni. oma venceu o Grande Prêmio Técnico no Festival de Cannes e foi nomeado para Melhor Longa Estrangeiro no Globo de Ouro.

Ensaio de Orquestra (1978): No que era a antiga capela da Roma medieval, um oratório recebe as performances de uma orquestra musical. As competições internas e as hierarquias que existem dentro do grupo de instrumentistas são postas em evidência quando estes são entrevistados por uma equipe televisiva presente no local.

ensaio de orquestra01.jpg

Amores na cidade (1953): Comédia dramática narrada em seis episódios diferentes, dirigidos por cineastas diferentes e que dividem como temática os relacionamentos amorosos.

Casanova (1976): O Amor na Cidade é uma antologia de seis curtas-metragens entre 15 e 30 minutos cada um, organizado pelo roteirista e escritor Cesare Zavattini com o objetivo de mostrar o autêntico amor em Roma sob as lentes neo-realistas de cineastas italianos de proeminência na época.

Abismo de um sonho (1952): Um casal recém-casado chega a Roma para a lua-de-mel. O marido, Ivan, tem um tio muito influente na cidade, e conseguiu para os dois uma audiência com o Papa, além de ter vários planos turísticos programados. Porém, sua jovem esposa aproveita um momento de descanso para ir a uma produtora de fotonovelas entregar um presente para seu herói predileto, o Sheik Branco, que então a convida para ir ao set de filmagens, fora da cidade. Enquanto isso, Ivan descobre que a mulher sumiu, e têm de inventar algo para que sua família não perceba.