Sugestões de filmes: Federico Fellini

Fellini sem dúvida é um dos meus cineastas favoritos de todos os tempos e por isso, resolvi indicar alguns dos filmes que mais me marcaram, dentre tudo que consegui assistir dele ou em parceria com outros cineastas. 

A Doce Vida (1960): “Roma, início dos anos 60. O jornalista Marcello (Marcello Mastroianni) vive entre as celebridades, ricos e fotógrafos que lotam a badalada Via Veneto. Neste mundo marcado por um vazio existencial, frequenta festas, conhece os tipos mais extravagantes e descobre um novo sentido para a vida.” Um dos maiores destaques é a cena em que Anita Ekberg toma banho na Fontana de Trevi. O filme trouxe pela primeira vez o termo paparazzi.

Noites de Cabíria (1957): Esse é o mais sensível dos filmes fellinianos. O filme conta a história de Cabiria, uma romântica prostituta que esta sempre em busca do amor, mas é constantemente humilhada. Um filme tragicômico que traz momentos fantásticos da vida dessa mulher que não desiste de sonhar. Giuletta Masina aparece em sua melhor performance, recebendo o prêmio de Melhor atriz no Festival de Cannes. O filme ganhou o Oscar de Melhor filme estrangeiro.

Roma de Fellini (1972): Um passeio pela capital italiana, sob os olhos de Federico. Parte autobiográfico, é um filme poético sem um enredo muito claro. Destacam-se a participação de Gore Vidal, Alberto Sordi e Marcello Mastroianni. oma venceu o Grande Prêmio Técnico no Festival de Cannes e foi nomeado para Melhor Longa Estrangeiro no Globo de Ouro.

Ensaio de Orquestra (1978): No que era a antiga capela da Roma medieval, um oratório recebe as performances de uma orquestra musical. As competições internas e as hierarquias que existem dentro do grupo de instrumentistas são postas em evidência quando estes são entrevistados por uma equipe televisiva presente no local.

ensaio de orquestra01.jpg

Amores na cidade (1953): Comédia dramática narrada em seis episódios diferentes, dirigidos por cineastas diferentes e que dividem como temática os relacionamentos amorosos.

Casanova (1976): O Amor na Cidade é uma antologia de seis curtas-metragens entre 15 e 30 minutos cada um, organizado pelo roteirista e escritor Cesare Zavattini com o objetivo de mostrar o autêntico amor em Roma sob as lentes neo-realistas de cineastas italianos de proeminência na época.

Abismo de um sonho (1952): Um casal recém-casado chega a Roma para a lua-de-mel. O marido, Ivan, tem um tio muito influente na cidade, e conseguiu para os dois uma audiência com o Papa, além de ter vários planos turísticos programados. Porém, sua jovem esposa aproveita um momento de descanso para ir a uma produtora de fotonovelas entregar um presente para seu herói predileto, o Sheik Branco, que então a convida para ir ao set de filmagens, fora da cidade. Enquanto isso, Ivan descobre que a mulher sumiu, e têm de inventar algo para que sua família não perceba.

Sê o primeiro

Deixe uma resposta