Luciana Mello – Simples Desejo

 
“Que tal abrir a porta do dia, dia
Entrar sem pedir licença
Sem parar pra pensar
Pensar em nada
Legal ficar sorrindo à toa, toa
Sorrir pra qualquer pessoa
Andar sem rumo na rua
Pra viver e pra ver
Não é preciso muito
Atenção, a lição
Está em cada gesto
‘Tá no mar, ‘tá no ar
No brilho dos seus olhos
Eu não quero tudo de uma vez
Eu só tenho um simples desejo
 
Hoje eu só quero que o dia termine bem
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem
Hoje eu só quero que o dia termine bem
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem
 
Legal ficar sorrindo à toa, toa
Sorrir pra qualquer pessoa
Andar sem rumo na rua
Pra viver e pra ver
Não é preciso muito não
Atenção, a lição
Está em cada gesto
‘Tá no mar, ‘tá no ar
No brilho dos seus olhos
Eu não quero tudo de uma vez não
Eu só tenho um simples desejo
 
Hoje eu só quero que o dia termine bem
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem
Hoje eu só quero que o dia termine bem (muito bem)
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem 
Hoje eu só quero que o dia termine bem
Hoje eu só quero que o dia 
Hoje eu só quero que o dia termine bem
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem
Hoje eu só quero que o dia termine bem 
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem 
Hoje eu só quero que o dia termine bem
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem
Hoje eu só quero que o dia termine bem 
Hoje eu só quero que o dia termine muito bem 
Hoje eu só quero que o dia termine bem”
 
Compositores: Daniel Jorge Carlomagno / Jair Rodrigues Melo Oliveira
Letra de Simples desejo © Warner/Chappell Music, Inc, Universal Music Publishing Group

Deixe uma resposta