Aos poucos estou aprendendo que está tudo bem em ser solteira

Original em inglês publicado aqui.

Estou aprendendo aos poucos que ter um relacionamento não é a coisa mais importante do mundo.

É melhor ficar solteiro do que estar em um relacionamento que não agite meu coração e nem me torne mais feliz além da medida. É melhor não ter ninguém para enviar mensagens do que esperar desesperadamente por um texto que nunca chega. É melhor aproveitar minha solidão e preenchê-la com todas as coisas que eu amo fazer do que confiar em alguém para me acompanhar.

Ouça meu conselho, é difícil para mim alcançar essa percepção. Levei anos para chegar a esse estágio em que estou confortável em ser realmente sozinha. Eu sempre me identifiquei como namorada/companheira/esposa de alguém. Eu pensei que ter um relacionamento transformaria a parte vazia do meu coração em inteira magicamente. Era como se eu não pudesse suportar minha própria companhia. Eu não conseguia ficar parada com meus próprios pensamentos. Eu não podia me aceitar por quem eu sou sem validação externa.

Mas se há uma coisa que aprendi depois de passar por inúmeras desilusões, é que o amor não pode, por si só, fazer você se sentir completa. Você precisa estar em um bom lugar para ter a capacidade emocional de amar o outro. Você precisa se aceitar primeiro antes de poder receber o amor abertamente. Você tem que amar a pessoa que você é para que você nunca se contentar com qualquer outra pessoa, mas apenas o amor que você merece.

Estou aprendendo aos poucos que sou o bastante do jeito que sou e amo e me aceito.

Um dia, quando o amor me encontrar, estarei pronta para compartilhar minha vida com minha alma gêmea. Eu vou emaranhar a minha vida com a dele e vamos construir uma vida juntos. Eu vou descobrir todos os seus segredos e conhecê-los, assim como eu me conheço. Eu o amarei irrestritamente e não lhe darei nada além do melhor de mim.

Mas até esse dia chegar, eu não vou sentar e esperar que isso aconteça. Eu não vou olhar para os outros casais e ter inveja do que eles têm. Eu não ficarei impedida de viver minha vida ideal porque a melhor hora para agir é agora. Não sinto pena de mim mesmo que minha vida seja menos gratificante apenas por causa do meu status de solteira.

Na verdade é exatamente o oposto, pois eu estarei aproveitando o tempo da minha vida enquanto trabalho duro para isso. Eu vou me amar de coração e alma, mais e mais a cada dia.

Estou aprendendo aos poucos que ser solteira é o melhor momento para eu me encontrar.

Eu vou viver minha vida do meu próprio jeito. Afinal, eu sou jovem apenas uma vez e este é o momento perfeito para eu perseguir meus sonhos embora de um jeito egoísta e fazer o que amo. Eu vou gastar todo o meu tempo para conhecer a pessoa que eu sou e abraçar-me verdadeiramente e assim estar cada vez mais confortável em minha própria pele. Eu estarei investindo em minha carreira e construindo algo de que tenho orgulho.

Eu estarei aprendendo, evoluindo e sendo eu mesma e, francamente, não poderia ser de outro jeito.

 

 

About the Author

Rafaela da Silva Melo

31 anos, Pedagoga, apaixonada por livros, filmes, músicas, quadrinhos, animais, natureza, boa comida e viagens.

Deixe uma resposta