Educação

As Palavras do Ano de 2018 segundo o Dicionário Aurélio

Posted on

Original aqui.

Interstício

Enquanto o mundo pensava que o número de órgãos do corpo humano já estava bem determinado, 2018 começa nos surpreendendo com o Interstício, o mais “novo” órgão humano, apresentado como uma rede de cavidades interligadas e repletas de líquido.

Democracia

Palavra de origem grega que significa “governo popular”, governo em que o poder é exercido pelo povo, sendo os dirigentes escolhidos através de eleições. Por ser ano eleitoral, 2018 trouxe consigo um debate contemporâneo sobre a Democracia no Brasil e sobre esse tipo de governo.

Mitar

Fazer sucesso agora é mitar. Saiu-se bem melhor que os demais? Mitou! Mitar é um neologismo que ganhou ainda mais fama em 2018, muito usado nas redes sociais para dizer que alguém se tornou mito, sendo lembrado pelas suas ideias e opiniões fabulosas, lendárias.

Feminicídio

2018 foi um ano marcado pelo aumento de casos de feminicídio no Brasil. Este fenômeno diferencia-se do homicídio pelas razões que motivam o assassinato, no feminicídio a mulher é morta por algo intrínseco à sua condição feminina, por um fato ligado exclusivamente ao seu gênero.

Meme

Representado por uma imagem compartilhada muito rapidamente e por muitas pessoas, com um teor satírico, humorístico ou para zoar algo ou alguém, o meme pode marcar a vida de quem dele é alvo ou pode sobreviver por anos na Internet. A Chloe sabe muito bem disso!

Ativista

Ativista

Malala Yousafazai, ativista paquistanesa e pessoa mais jovem da história a receber um Prêmio Nobel da Paz, esteve no Brasil em 2018, chamando atenção para o uso da palavra ativista, termo que descreve quem trabalha ativamente por uma causa, por uma ideologia.

Coercitivo

Coercitivo

Quando alguém recebe uma pena e não a quer cumprir, o Estado interfere para que essa pena seja cumprida. Em 2018 coercitivo recebeu destaque na mídia por ter designado o Mandado de Condução Coercitiva, aplicado a alguns políticos brasileiros.

Ranço

Ranço

Ranço, como gíria, passou a indicar um sentimento de aversão, de repulsa, de raiva e até de desprezo. Pegar Ranço é ainda pior, e assinala justamente a ato de pegar raiva, rancor, repulsa de algo ou de alguém. Já dizia Anitta: “Ranço… Um caminho sem volta”.

Intervenção

Intervenção

Ação de intervir, de influenciar alguma coisa na tentativa de alterar o seu resultado. Em 2018 foi uma palavra muito usada no âmbito militar, especialmente falando de Intervenção Federal e levantando um debate nacional sobre o uso das Forças Armadas e da volta da ditadura no Brasil.

Privacidade

Privacidade

O vazamento de dados de milhares de usuários do Facebook por hackers trouxe à tona um debate sobre privacidade, sobre o que está no âmbito do privado, particular, especialmente sobre o modo como esses dados estão sendo usados na Internet.

Melhore

Melhore

Melhore vem de melhorar e, com um sentido popular, é uma palavra usada na Internet por haters ou por quem gosta de criticar o comportamento alheio, dando a entender ou sugerindo que alguém precisa se superar ou fazer algo melhor: “Querido, simplesmente melhore!”

Sororidade

Sororidade

Palavra derivada do latim: soror, “irmã”. Sororidadedestacou-se em 2018 pelos variados movimentos feministas que ocorreram no decorrer do ano, especialmente o “Mexeu com uma, mexeu com todas”, iniciativa conjunta de muitas mulheres contra vários tipos de assédio.

Partiu

Partiu

Partiu vem do verbo partir e ganhou a Internet com o uso de “ir embora”, mas com um sentido de animação, de empolgação ou diante do que deve ser feito imediatamente. Pode se referir também à ação de dar início a algo: “Festa agora? Partiu!

Deixe uma resposta