Educação, Poesia, Rio Grande do Norte

Mulheres Poetisas: Auta de Souza

Posted on

Este pequeno documentário de título “Noite Auta – Céu Risonho” sobre a Poetisa Potiguar natural de Macaíba, Auta de Souza foi produzido em homenagem aos seus 141 anos de nascimento (12.09.1876 – 07.02.1901).

Nas últimas semanas, tenho lido os seus poemas e gostado muito.

Ó noite embalsamada
De castas ambrósias…
No mar das harmonias
Meu ser deixa boiar.
Afasta, ó noite amada,
A dúvida e o receio,
Embala-me no seio
E deixa-me sonhar!”

– Auta de Souza (1910)

Agradecimentos à Cristina Souza por postá-lo no youtube, pois de outra forma eu não teria acesso atualmente. 

Deixe uma resposta