Biblioteca, Educação, Leituras, Livros

Livro: The World’s Most Beautiful Libraries por Massimo Listri

Posted on

Dos imponentes salões da antiga Alexandria aos tetos em caixotões da Biblioteca Morgan, em Nova York, os seres humanos tiveram um longo e arrebatador relacionamento com as bibliotecas. Como nenhum outro conceito e nenhum outro espaço, a coleção de conhecimento, aprendizado e imaginação oferece uma sensação de infinita possibilidade. É o reino incomparável da descoberta, onde cada manuscrito desbotado ou um poderoso livro pode revelar uma nova idéia provocativa, uma fantasia distante, uma crença antiga, uma convicção religiosa ou um novo modo de ser no mundo.

Massimo Listri. The World’s Most Beautiful Libraries
Georg RuppeltElisabeth Sladek
Hardcover, 29 x 39.5 cm, 560 pages

Nesta nova jornada fotográfica, Massimo Listri viaja para algumas das melhores e mais antigas para revelar toda maravilha arquitetônica, histórica e imaginativa. Através de grandes portas de madeira, escadas em espiral, e ao longo de corredores requintados, ele nos guia através de excelentes bibliotecas privadas, públicas, educacionais e monásticas, datadas de 766. Entre elas, estas barrocas medievais, clássicas, barrocas, as instituições rococó e do século XIX contêm alguns dos registros mais preciosos do pensamento e das ações humanas, inscritos e impressos em manuscritos, volumes, rolos de papiro e incunábulos. Em cada uma delas, as imagens equilibradas de Listri capturam a atmosfera única da biblioteca, tanto quanto suas propriedades mais valiosas e detalhes de design.

Massimo Listri. The World’s Most Beautiful Libraries
Georg RuppeltElisabeth Sladek
Hardcover, 29 x 39.5 cm, 560 pages

As bibliotecas selecionadas incluem as coleções papais da Biblioteca Apostólica Vaticana, a Biblioteca Trinity College, que abriga o Livro de Kells e o Livro de Durrow, e as coleções da Biblioteca Laurentina em Florença, a biblioteca particular da poderosa Casa de Medici, projetada por Michelangelo. Com descrições meticulosas que acompanham cada biblioteca em destaque, aprendemos não apenas sobre os surpreendentes acervos das bibliotecas – a partir dos quais os destaques são ilustrados – mas também sobre seus passados frequentemente animados, turbulentos ou controversos. Como a Abadia de Altenburg na Áustria, um posto avançado do catolicismo imperial repetidamente destruído durante as guerras religiosas européias, ou o mosteiro franciscano em Lima, Peru, com sua horda de documentos da Inquisição arquivística.

Massimo Listri. The World’s Most Beautiful Libraries
Georg RuppeltElisabeth Sladek
Hardcover, 29 x 39.5 cm, 560 pages

Em um volume, Massimo Listri realiza um concurso de beleza bibliófilo, uma ode ao conhecimento e uma evocação da magia particular da impressão. As mais belas bibliotecas do mundo são, acima de tudo, uma peregrinação histórico-cultural ao coração de nossos salões de aprendizado, às histórias que contam, tanto quanto às que recolhem nos impressos nas prateleiras polidas.

Os autores:
Depois de estudar história, língua alemã e literatura, educação e filosofia, Georg Ruppelt obteve seu PhD com uma tese de doutorado sobre Friedrich Schiller. Ele posteriormente trabalhou como bibliotecário, tornando-se vice-diretor da Herzog August Bibliothek em Wolfenbüttel em 1987, e diretor do Gottfried Wilhelm Leibniz Bibliothek em Hanover de 2002 a 2016. Ruppelt publicou mais de 400 ensaios e 40 monografias sobre o assunto de livros, biblioteconomia e história cultural.

Elisabeth Sladek estudou História da Arte em Viena, Arqueologia Clássica e Estudos Judaicos e escreveu sua dissertação no Instituto Max Planck em Roma. Seu campo especial é a história da arte e da arquitetura barrocas, e ela é uma pesquisadora e professora ativa, entre outras em Viena, Roma e Zurique. Ela também publica regularmente sobre os respectivos temas.

Para adquirir o livro clicar neste link.

Deixe uma resposta