Relato do Fisl14

stallman_1

O que tenho a dizer sobre o fisl14? MELHOR DA MINHA VIDA!

Minha história no fisl, tem se repetido a cada ano: muita correria, não dá tempo de assistir tudo que eu quero, o tempo todo correndo atrás de pauta por lá e pra cá. Tiro uma foto ali, escrevo um texto aqui, edito, posto, reviso, como correndo, vou no banheiro correndo, durmo pouco e acordo cedão.  É basicamente isso…

Esse ano, porém foi mais especial… Tive a honra de conhecer o Richard Stallman (conhecer mesmo, nada de tietagem idiota). RMS foi “meu colega” de mesa durante o evento (óbvio que ele não estava trabalhando como eu) mas encontrou um lugar sossegado para ficar (e com rede cabeada) dentro da assessoria de imprensa na mesma mesa em que eu estive durante os quatro dias de evento. O que eu percebi? Muita gente realmente o odeia. Muita gente realmente o ama. Outras apenas suportam. Outras o acham uma celebridade da televisão. Eu estou no segundo grupo. Razões? Muitas. A primeira é a sua simplicidade (vocês não vão acreditar se eu contar o que vi dentro das sacolas – daquelas de supermercado de bairro – que ele carregava durante o evento). A segunda: RMS não tem papas na língua. Se ele gosta de algo, ele gosta. Se ele não gosta, não tem porque fazer média pra agradar ninguém, simples assim. A terceira: É o tipo de cara que se conversa sobre qualquer coisa. Repito QUALQUER COISA! E quarta (essa ninguém acreditará): ele é um doce de pessoa e tem um ótimo senso de humor (atirem as pedras, mas assim ele foi comigo. Ele até me deu adesivos e botons de graça). Eu também passei a entendê-lo quando tratava alguém de forma grosseira, pois presenciei coisas ali que se fossem comigo, eu ficaria %#$@ da vida e com vontade de socar todo mundo.

Vou contar algumas curiosidade sobre o RMS (nada demais).

1. Todo mundo sabe que ele cobra por foto (acho justo, isso é um saco e cansa). Uma foto ou outra até que vai, o problema é que mais de 50 fotos por dia de evento, sinceramente é de matar. O cara também quer curtir o evento como todo mundo, fazer amigos, encontrar amigos e aproveitar mais a vinda ao Brasil. Deixem o cara em paz!  Uma curiosidade sobre fotos com o Stallman: fotos tiradas com homens ele saí sério, com cara de saco cheio. Fotos com mulheres, ele dá um sorrisão.

2. Ele está à procura de um amor (fofocas quentes).

3. Durante o fisl14 ele só tomou água da torneira.

4. Quer deixá-lo feliz? Ofereça rede cabeada.

5. Ele ouve mal. TEM QUE GRITAR!!!

Além do Stallman, também tive a honra de entrevistar o Ramón Ramón Sanches da Iniciativa Focus – da Espanha e um dos representantes da RISoL – a Rede Internacional de Software Livre. Dentre outras coisas, Sanches me alertou que o Software Livre hoje, é mais que uma opção tecnológica, mas uma questão de soberania nacional. Também conheci o pessoal do Latinux da Venezuela.

REL052_Capa

E ah, não poderia deixar de mencionar a edição n.52 da Revista Espírito Livre. Fiquei muito feliz em poder contribuir (de uma forma muito simplória) com essa edição. Não reparem a brevidade dos textos, pois foram escritos e publicados durante o evento, junto com outros tantos mais. Enfim, a revista ficou muito legal e vale a pena dar uma conferida.

É isso, pessoal! Ano que vem tem mais. Ouvi rumores que o fisl15 não será em Porto Alegre, por causa da copa e tudo mais. Vamos aguardar as próximas informações.

E até a próxima!

2 comentários sobre “Relato do Fisl14”

Deixe uma resposta