Evento: Missão Acadêmico Empresarial à Nova Zelândia da ASL

Ocorrerá no dia 13 de Agosto, às 19h, o evento oficial de lançamento da Missão Acadêmico Empresarial  à Nova Zelândia junto  a sede da Associação Software Livre.Org, apoiadora oficial da missão, a qual tem opções partindo Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, São Paulo – Guarulhos, Rio de Janeiro – Galeão e Brasília com destino a Auckland, Nova Zelândia.

A missão terá foco em inovação e será realizada entre os dias 11 a 20 de Outubro de 2019.

As inscrições para o evento de lançamento são gratuitas. 

lançamento será realizado no na sala 101 – Auditório Bill Hewlett – David Packard P.97A, do Tecnopuc, Av. Ipiranga 6681, Bairro Partenon, Porto Alegre-RS.

A Missão é chancelada oficialmente pela Embaixada Brasileira na Nova Zelândia e pela Massey University, a melhor escola de negócios da Nova Zelândia, e uma das melhores do mundo. A Missão também é apoiada pelo Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Sul.

O objetivo da Missão é explorar o ecossistema de inovação e startups, empreendedorismo, desenvolvimento de relacionamento com entidades empresariais e acadêmicas, envolvendo ainda palestras sobre gestão pública do governo da Nova Zelândia, bem como comércio e cultura local.

As inscrições podem ser realizadas aqui  ou pelo endereço: abre.ai/missaonz 

TERESA: um sistema de telepresença socialmente inteligente

TERESA é um projeto FP7-ICT-2013-10 financiado pela Comissão Europeia. O projeto é coordenado pela Universidade de Amsterdam (Holanda) e inclui o Universidade de Twente (Holanda), Universidade Pablo de Olavide (Espanha), Imperial College de Londres (Reino Unido), Universidade de Oxford (Reino Unido) e o centro especializado MADoPA (França).

O projeto TERESA (Agente Social de Aprendizagem por Reforço de TELEpresença) visa desenvolver um robô de telepresença de inteligência social sem precedentes, ajudando assim preparar o caminho para a implantação de robôs em ambientes como residências, escolas e hospitais que requerem interação humana substancial. Em sistemas de telepresença, um controlador humano interage remotamente com as pessoas, guiando um robô localizado remotamente, permitindo que o controlador fique mais fisicamente presente do que com a teleconferência padrão.

A TERESA é construída sobre o dispositivo de telepresença Giraff, que consiste em uma tela de vídeo acoplada a uma base com rodas. O dispositivo pode ser controlado através de um computador por um usuário em um local remoto, cuja face aparece na tela de vídeo do dispositivo. Tem uma câmera, microfone e um alto-falante para permitir a videoconferência.

Para mais informações: http://teresaproject.eu/

Easter Eggs

Original aqui.

Você já ouviu falar nos Easter Eggs? O termo é de uma tradição da páscoa estadunidense em que os pais escondem os ovos de chocolate das crianças e a graça está em ir procurá-los.

Já no mundo virtual, o “ovo de páscoa” muda um pouco de sentido e passa a ser qualquer brincadeira oculta nos jogos, softwares e até mesmo nas páginas da internet. Então você pergunta: qual a relação dessa brincadeira com ovos de páscoa? Simples, pelo fato dos ovos de chocolate conterem sempre alguma surpresinha dentro deles.

Um bom exemplo dessa farra, na internet, é “Do a Barrel Roll” (que significa fazer um giro de 360º em tradução livre) se tornou um grande viral e foi jogada inúmeras vezes no Google. Quem trabalha no site de buscas resolveu fazer uma pequena brincadeira com os usuários: quando você digita a frase citada anteriormente na caixa de texto e aperta a tecla Enter, a tela inteira gira. Já experimentou? Confira aqui!

A expressão veio de um game da Super Nintendo, o Star Fox, em que a frase é utilizada quando é preciso realizar uma manobra comumente conhecida como looping. Para você entender um pouco melhor do que estamos falando, caso não conheça, separamos um vídeo com cenas do jogo.

São funções como essas, inimagináveis, que tornam a navegação mais divertida e interativa. Agora que você já entendeu o que são os Easter Eggs, o Canaltech reuniu aqui alguns dos mais engraçados e até mesmo bizarros, para você brincar na próxima vez em que usar um desses aplicativos, embora a graça esteja em descobri-los!

Robô Mascote do Firefox

Entre na página inicial do Mozilla Firefox, digite about:robots na barra de endereço e veja um simpático robozinho aparecer junto a algumas mensagens. As frases escritas por lá foram tiradas de grandes sucessos da ficção científica, como por exemplo, do livro (que virou filme) “O Guia do mochileiro das galáxias”.

O Livro de Mozilla

Mais uma das pegadinhas do Firefox é o tal Livro de Mozilla, contando a história do surgimento da empresa em forma de parábolas, em que você irá encontrar vários versículos como se fossem tirados de uma bíblia, mas uma suposta bíblia dos seguidores da raposa de fogo. Para isso basta digitar, da mesma forma que a dos robôs, about:mozilla, em sua barra de endereços.

Brincadeirinhas no Windows

Claro que uma das mais populares empresas de sistema operacional não iria ficar de fora dessa, então conheça alguns dos famosos joguinhos que também tem lá seus segredos:

Pinball – Ganhar muitos pontos no jogo parece uma tarefa complicada, não se você fizer os seguintes passos: abra o game, digite bmax para conseguir esferas ilimitadas e hidden test com espaço, o código faz com que a bolinha siga a seta do mouse. Em seguida aperte as letras R e H, essas teclas quando pressionadas fazem a tela de recordes aparecer, então fica fácil, digite seu nome e você poderá ganhar, por exemplo, até 1.000.000.000 de pontos!

Paciência – O jogo está muito difícil e você não encontra nenhuma solução para ganhar? Pressione Alt+Shift+2 e seja o grande vencedor da partida.

Campo minado – Para travar o tempo no game e conseguir completar toda a partida clique na tecla Windows+D.

Os Easter Eggs do Messenger

Alguns emoticons não aparecem na caixa para serem selecionados, mas você pode digitar comandos específicos que fazem com que eles sejam criados. Tente [xx] – o símbolo do Xbox 360 e [ci] – um cigarro com fumaça. Mas não é só isso que o aplicativo oferece, digite /patchou em qualquer janela de conversação, tecle Enter e veja uma mensagem de agradecimento de um dos criadores do Plus!, junto a uma foto dele, e o melhor: você ainda poderá brincar com o nariz do dito cujo!

Sensacional, não é mesmo? E não acaba por aí! Se você, ainda na janela de conversação, escrever /strek V/ e novamente apertar o Enter, irá encontrar a principal frase do personagem Spock, de “Jornada nas Estrelas”: Live long and prosper, que significa: Vida longa e próspera.

Lá no Google

O Google é o maior buscador da web, e como tal, criou também suas graças na internet. Um dos exemplos eu citei logo no começo da matéria, a tal frase Do a Barrel Roll que faz a tela girar. Outros bem divertidos são:

– Digite Google Mirror na caixa de busca, clique em estou com sorte e a partir de então todas as palavras que você procurar receberá os resultados opostos. Por exemplo, se digitar “lindo”, os resultados da pesquisa serão os da palavra “feio”.

– Um excelente é o Google Gravity, mas não tem graça se a gente explicar, tente você mesmo fazer uma pesquisa utilizando este link.

– Escreva a palavra Tilt na caixa de pesquisas e veja tudo que está na tela desabar.

Google Tilt

Esses são apenas alguns pequenos exemplos entre os vários Easter Eggs do mundo da web.

Outros artigos sobre Easter Eggs em games, na web, no Cinema e outros:

“Clean slate for kids”: Senadores pedem privacidade para pré-adolescentes

Notícia publicada no portal CBN alega que legisladores americanos estão procurando maneiras de ajudar os jovens a terem uma vida mais saudável no mundo digital.

O Clean Slate para Kids Online Act foi apresentado esta semana pelo senador Richard Durbin (D-IL) e pelo senador Ed Markey (D-Mass).

O objetivo do ato é exigir que os hubs de mídia social apaguem todos os dados coletados antes de o usuário completar 13 anos. Em uma declaração de Durbin, o ato “fortaleceria as proteções de privacidade on-line para crianças quando os sites coletassem suas informações pessoalmente identificáveis”.

Durbin diz que quer proteger as crianças porque “na era atual de ‘big data’, pois estas crianças estão usando a internet todos os dias sem entender completamente as consequências de cada clique”.

Apontando para as práticas questionáveis de gigantes da mídia social como o Facebook Messenger Kids e o YouTube Kids, que anunciam no mercado de pré-adolescentes, os defensores da medida acham que é hora de proteger nossos filhos dos mineradores de dados.

De acordo com o Chicago Sun-Times, Durbin disse aos repórteres: “Eles podem pegar seu nome, endereço, podem até ter acesso a um número da Previdência Social do qual desistiram, suas geolocalizações, registros de voz, seu rosto e Deus sabe o que mais. E toda essa informação se torna parte de um arquivo grande em uma criança “.

 

UFRGS convida para aula magna com Clélio Campolina

Ex-reitor da UFMG e ex-ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação abordará a corrida científica e tecnológica mundial e suas implicações no Brasil. Evento será em 19 de março, no Salão de Atos, às 10h.

Campolina defende nova política industrial com ênfase em ciência e tecnologia - Foto: site UFMG

“Corrida científica e tecnológica mundial e a posição relativa do Brasil: desafios e urgências” é o título da aula magna de abertura do ano acadêmico de 2018 a ser proferida pelo professor Clélio Campolina Diniz no próximo dia 19, no Salão de Atos (Av. Paulo Gama, 110 – Campus Centro), a partir das 10h. Campolina foi ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação (março a dezembro de 2014) e reitor da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG (2010-2014), onde também é Professor Emérito da Faculdade de Ciências Econômicas. Entre seus temas de pesquisa, estão desenvolvimento econômico, economia da tecnologia e economia brasileira.

Na aula magna, o professor apresentará os principais desafios para o desenvolvimento industrial brasileiro, em função dos recentes processos de desindustrialização e desnacionalização e da corrida científica e tecnológica mundial. Para Campolina, o Brasil necessita de uma nova política industrial com grande ênfase em ciência e tecnologia.

O evento é aberto à comunidade em geral e dispensa inscrições prévias. Haverá transmissão ao vivo pela UFRGS TV no link https://aovivo.ufrgs.br/ufrgstv/.

Declaração de Direitos dos Cyborgs (tradução livre)

Texto original publicado aqui.

“Nossas liberdades civis, proteções e direitos precisam ser revisadas periodicamente para que eles nos acompanhem na mesma velocidade que nós cruzamos novas fronteiras. Uma nova fronteira avança. Mais precisamente, a nova fronteira avança se aproxima de nós. E está dentro dos nossos corpos, e é sobre este campo batalha que a próxima guerra pelos dos direitos dos eletrônicos será travada.”

Em antecipação da batalha pelo o corpo, nós podemos vislumbrar um conflito entre interesses concorrentes em propriedades localizadas dentro de um corpo de uma pessoa e provavelmente conectado a recursos externamente controlados para armazenamento, guarda de registros e monitoramento – por exemplo, dispositivos médicos –  e nós podemos imaginar que um corpo de alguém pode contar mais do que um desses órgãos sintéticos, sistemas de sustentação da vida, e outras tecnologias de suporte – todas essas tendo diferentes proprietários com diferentes interesses e reivindicações sobre as vísceras de uma pessoa.

Esta na hora de revisitar o estado de nossos direitos, testar nossas metáforas e precedentes, e decidir como proteger nós mesmos agora que a batalha tem se tornado mais íntima e pessoal do que antes. Nosso processo começa com um rascunho de direitos propostos que foram discutidos meticulosamente, adotado por uma convenção, e depois publicado para servir como modelo de linguagem para adoção e incorporação por ONG’s, governos e organização de defesa de direitos dos Cyborgs.

A Declaração de Direitos dos Cyborgs v1.0 (The Cyborg Bill of Rights v1.0):

  1. Liberdade de desmontagem;

Uma pessoa deve gozar da santidade da integridade corporal e ser livre de pesquisas desnecessárias, confisco, suspensão e interrupção de função, distanciamento, desmantelamento, ou desmontagem sem ter concluído o processo.

    2. Liberdade de morfologia;

Uma pessoa deve ser livre (cláusula de discurso) para se expressarem através de adaptações permanentes ou temporárias, alterações, modificações, ou argumentações para o contorno ou forma de seus corpos. Similarmente, uma pessoa deve ser livre de coerção e outras mudanças morfológicas involuntariamente.

    3. Direito à naturalização orgânica;

Uma pessoa deve ser livre de exploração ou prejuízos de propriedade de terceiros de sistemas corporais vitais e de suporte. A pessoa tem direito à acumulação razoável de participação em propriedades afixadas, anexadas, incorporadas, implantadas, injetadas, infundidas, ou ser permanentemente integradas com um corpo da pessoa para uma finalidade a longo prazo.

   4. Direito a Soberania corporal;

Uma pessoa é autorizada a ter o domínio sobre suas inteligências e agentes, e suas atividades mesmo se elas estão agindo como residentes permanentes, visitantes, alienígenas registrados, invasores, insurgentes ou invasores dentro do corpo da pessoa e do seu domínio.

   5. Direito à Igualdade para Mutantes

Um mutante legalmente reconhecido deve gozar de todos os direitos, benefícios, e responsabilidades estendidas para pessoas naturais.

O texto foi escrito por Rich MacKinnon foi presidente da EFF-Austin, ex-membro do conselho da ACLU do Texas, e fundador da Borgfest Human Augmentation Expo and Cyborg Pride Festival.