Sobre filmes e sonhos: Amigas de Colégio (Fucking Amal)

Eu gostaria de compartilhar um filme muito importante para minha vida apesar do título um tanto “controverso” para os falantes de língua portuguesa e inglesa, mas que trata de temas que para algumas pessoas são muito delicados, de um modo leve e muito familiar.

Neste filme, a homossexualidade não é um problema a ser combatido, mas sim, vivido. Na verdade esta palavra sequer é mencionada no filme. A atração de uma adolescente por Elin, é algo que vai surgindo de uma forma natural, no processo de constituição da identidade desta personagem.

O filme é especial para mim por muitos motivos: através dele eu pude conhecer muitas coisas que hoje me fazem ser o que eu sou, embora não seja homossexual. É como se este filme tivesse aberto portas em minha mente para novos conhecimentos que me tornaram uma pessoa mais respeitosa, empática e aberta a diferença e a diversidade dos modos de ser, pois assim como a

Assim como eu, Agnes eu era uma adolescente que vivia em um bairro afastado do centro da cidade com poucas opções de lazer, até hoje sonho em construir uma livraria com um cafezinho lá e claro, com ótimas músicas de som ambiente. Ainda não consegui realizar este sonho… mas espero que um dia este se torne real.

Lembro-me que me tornei muito fã do Broder Daniel e de várias bandas de indie sueco, as quais curto até hoje!

Atualmente estou morando em outro Estado (no Rio Grande do Sul) por questões de estudos, casamento, etc., mas o sonho de abrir uma livraria naquele estilo sueco ou francês e uma cafeteria no bairro onde eu cresci ainda permanece em mim.

Quando estive no Uruguai em 2012 e 2013 conheci algumas livrarias e bibliotecas. Umas do tipo majestosas e outras muito simples, todas estas com ótimos títulos.

Esta, por exemplo, a Babilonia Libros, me pareceu muito encantadora. Um teto de vidro, transparente para absorver e aproveitar o máximo a luz natural, algumas plantas e claro, uma diversidade imensa de livros, títulos e temas.

Créditos: https://quantocustaviajar.com/blog/babilonia-libros-montevideu/

E a Librería Puro Verso, que é muito encantadora e acolhedora:

Créditos: https://libreriapuroverso.files.wordpress.com

E esta quando estive lá em 2013 durante o feriado de carnaval.

Mesmo tendo ouvido de algumas pessoas: “ uma livraria na UR-5? Pra quê? vai ficar vazia; vai falir; ninguém vai entrar lá; ninguém é culto, lá é pei pei pei” eu realmente duvido muito disso e acredito que muitas pessoas irão lá, nem que seja por curiosidade e será um lugarzinho muito especial para aquele bairro, como um oásis, como um universo particular, como um relicário, como um pequeno esconderijo.

Estamos em 2018 e eu ainda não consegui criar isso, tentei expressar-me através de um blog muito antigo… mas não consegui executar este objetivo, quem sabe eu não consiga um dia.

Sinopse do filme:

Fucking Amail (Garotas do Colégio/Show me Love) conta a história de uma adolescente, Agnes, que se mudou com a família para uma pequena cidade sueca chamada Amal, o lugar mais chato da terra, segundo ela mesma. Agnes não consegue fazer amigos no colégio e sua companheira na sala é uma garota que vive em uma cadeira de rodas.

Para complicar ainda mais as coisas, ela está apaixonada por Elin, uma garota do colégio, porém o único a saber desta paixão é seu computador, onde ela faz todas as suas anotações. No dia de seu aniversário, Agnes não percebe que a irmã mais velha de Elin descobre suas anotações e faz uma aposta com a irmã: se ela deixar Agnes beijá-la, pagará à irmã 20 cronas (moeda sueca). Este é só o começo de uma série de situações vividas por essas adolescentes nesta pacata cidade.

O filme ganhou o prêmio de Melhor Filme Gay/Lésbico no Festival de Berlim 1999.

A ficha técnica do filme pode ser consultada aqui.

Curiosidades:

    1. Também recomendo o disco “200 km/h in the Wrong Lane” da banda russa “T.a.T.U” que foi produzido na mesma época e também trata de questões envolvendo relacionamento entre pessoas do mesmo sexo em um país como a Rússia de religião ortodoxa.
    2. Uma das atrizes do filme Fucking Amail, Alexandra Dahlström trabalhou como tradutora de Russo e também participou de uma série: Covert Affair — Assuntos Confidenciais (2010–2014) dirigida por Alexander Soloviev com uma sinopse muito instigadora.

“Uma jovem agente/estagiária da CIA, Annie Walker, é enviada para o campo para trabalhar na Divisão de Proteção Doméstica. Auggie Anderson é um agente cego da tecnologia e é o guia de Walker em sua nova vida na CIA” que ela trabalha no Museu Smithsonian”.

Ainda não assisti a série, mas irei procurá-la para ver melhor. Quanto as outras atrizes, vou dedicar outro post para escrever mais sobre o trabalho delas e o do próprio Lukas Moodysson que está prestes a estrear uma série pela HBO.

Aguardem!

 

 

Férias curtas

Depois de tanto tempo sem sair de casa, apenas estudando e dando pequenos rolezinhos resolvi visitar meu primo e sua mulher em Sepetiba no Rio de Janeiro.

Em agosto de 2016, meu primo sofreu um grave acidente de carro e na época eu estava com muitos problemas pessoais e não consegui visitá-lo. Então, eu me organizei melhor e fui lá visitar o pessoal e conhecer a parentada.

Confesso que senti vontade de mudar pra lá por causa da tranquilidade e sentimento de paz e segurança… Também senti muita nostalgia em verdade como os grandes avanços tecnológicos chegam aos poucos e como é bom ter cuidado para não transformar os lugares e as pessoas naquilo que elas não são. Aprendi muito sobre a cultura local, especialmente sobre a influência das igrejas (seja em qualquer denominação) na vida dos jovens, crianças e idosos no sentido de lazer e espaço para socialização e também educação.

Amei conhecer a Igreja Presbiteriana de Sepetiba e o Pastor Gilberto e sua esposa Amanda, a Igreja Assembléia de Deus e sentir a FORÇA das manifestações de matrizes africanas e o poder dos seus devotos. Isso tudo me ensinou muito sobre a necessidade de mais respeito, trocas e cumplicidade. Me mostrou que visões tão diferentes podem ter pontos em comum, que é o desejo pela paz, harmonia, prosperidade, alegria, amizade e amor.

Estava tudo indo muito bem e proveitoso mas lembrei que tenho dissertação pra terminar, apresentações para divulgar a plataforma e também colocar no lattes, artigos para publicar e ideias pra desenvolver.  Meu corpito não parou um segundo durante esses dias que fiquei lá e me divertir muito com a Andreza e com seus filhos 🙂 

Dei uma passadinha nos pontos turísticos do Rio de Janeiro… É tudo muito aquilo que já sabemos e por isso foquei em descobrir outros lugares que não conhecia nem de ouvir falar.

Fiz alguns registros no Instagram e outros que vou postar em breve por aqui. 

Ansiosa pelas próximas férias!

 

Cores de Sintra – Portugal (Parte I)

Nessas férias pude conhecer a magnífica vila de Sintra.

Caracterizada pelo seu encanto e serenidade singulares, a vila de Sintra oferece cenários de uma beleza surpreendente, com a sua vasta serra rochosa, densa vegetação e praias imaculadas. Designada de “Serra da Lua” pelos Celtas e de “Mons Lunae” pelos Romanos, a mística serra de Sintra abrange também um vasto parque natural que se estende até à costa marítima de Cascais’.


Durante cinco séculos, a realeza portuguesa usou as suas maravilhosas mansões e propriedades de luxo como residências de Verão para desfrutar do ar puro e do refrescante microclima da serra, escapando ao calor citadino. Em tempos descrita pelo poeta inglês Lord Byron como um “Glorioso Éden”, esta terra onírica e fantástica continua a atrair grandes escritores e realizadores de cinema, os quais encontram inspiração tanto na incomparável beleza de Sintra como nas suas lendas e história.

O centro histórico de Sintra é um museu a céu aberto, repleto de tesouros magníficos, como os jardins do luxuoso Tivoli Palácio de Seteais, o Convento dos Capuchos do século XVIII, o Parque de Monserrate e diversos museus. Dois dos mais prestigiados campos de golfe da zona de Lisboa, o Penha Longa Golf e Beloura Golf, ficam a curta distância de automóvel do centro de Sintra e garantem condições e vistas magníficas. As pequenas lojas encantadoras, os antiquários, os restaurantes e os cafés enriquecem de igual forma esta vila pitoresca, além dos vários museus onde poderá apreciar desde arte moderna a arqueologia e brinquedos históricos.

O Palácio Nacional encontra-se no centro histórico, perto do Tivoli Sintra Hotel Trata-se de um monumento impressionante, conhecido por ser o único palácio real do país, de origem medieval, que permanece intacto. A esplêndida combinação de estilos – Mourisco, Gótico e Manuelino – assim como as suas salas ricamente ornamentadas, os azulejos de tipo oriental, as pinturas delicadas, a mobília antiga e as belíssimas tapeçarias valem bem a visita a este palácio. Porém, as características mais notórias deste monumento são as duas altas chaminés cônicas – um verdadeiro ponto de referência nos ares brumosos de Sintra.

Serpenteando por um dos cumes da serra, ergue-se o Castelo dos Mouros, que remonta aos séculos VIII–XIX e é um testemunho do passado de Portugal. Conquistada pelo rei D. Afonso Henriques em 1147 e restaurada por ordem do rei D. Fernando II em 1839, esta estrutura militar colossal manteve-se preservada ao longo do tempo. Observe as torres austeras, a cisterna original e as extraordinárias ameias do castelo, de onde poderá admirar maravilhosas vistas panorâmicas sobre a cidade.

O excêntrico Palácio da Pena, um dos ex-líbris da paisagem de Sintra, é considerado uma das obras-primas arquitetônicas mais originais de Portugal. Faz lembrar um palácio de contos de fadas e exibe uma fusão de estilos Gótico, Manuelino, Mourisco e Indiano. Remonta ao século XIX e está classificado como Patrimônio da Humanidade da UNESCO, contendo uma série de torreões exóticos, baluartes e cúpulas de tons pastel, janelas com caixilhos minuciosamente trabalhados e pináculos de cores reluzentes. Mandado construir pelo rei D. Fernando II e pela rainha D. Maria com o propósito de criar um retiro idílico para a realeza, este palácio romântico contém salas de estilo vitoriano, trompe-d’oeils, mobília real e jardins magnificamente cuidados.

Admire os espetaculares pores-do-sol nas praias de Sintra, na encantadora aldeia piscatória de Azenhas do Mar ou na praia da Ericeira, popular pelos desportos aquáticos. As praias Grande, da Adraga e das Maçãs são algumas das mais frequentadas de Sintra, procuradas pela sua beleza natural e excelentes condições de surf e bodyboard.

Deleite-se com as especialidades gastronômicas de Sintra e saboreie as excelentes queijadas!

Sintra tem muitas cores, sabores e amores.

Fotografias por Rafaela Melo.

DSC_0685

DSC_0677

DSC_0670

DSC_0664

DSC_0663

DSC_0662

DSC_0661

DSC_0659

DSC_0658

DSC_0656

DSC_0654

DSC_0649

DSC_0647

DSC_0644

DSC_0640

DSC_0635

DSC_0625

DSC_0621

DSC_0619

DSC_0618

DSC_0612

DSC_0602

DSC_0596

DSC_0592

DSC_0587

DSC_0585

DSC_0581

DSC_0579

DSC_0576

DSC_0568

DSC_0562

DSC_0558

DSC_0553

DSC_0552

DSC_0549

DSC_0544

DSC_0538

DSC_0530

DSC_0520